sexta-feira, 10 de abril de 2009

Borboletas


“O amor é o ridículo da vida!As pessoas procuram nele uma pureza impossível de ser encontrada uma pureza que está sempre se pondo, sempre indo embora, como borboletas que só duram vinte e quatro horas.” (Cazuza).

E alguns romances não foram mesmo feitos para durarem mais do que vinte e quatro horas.Gustavo sempre preferiu assim: Saídas , baladas, romance, sexo e vinte quatro horas depois uma outra pessoa, um outro romance.Era assim desde que havia se separado da Cris, uma ex- namorada dos tempos de escola. Sofrera muito com a separação e jurara para si mesmo que não deixaria isso acontecer novamente, e por isso nunca havia se envolvido com ninguém por mais de vinte e quatro horas novamente.
Era domingo, a noite começava a cair e Gustavo estava um pouco ansioso.Iria sair pela primeira vez com a Bianca, uma estagiária nova do trabalho ao qual já vinha convidando para sair à alguns meses . Marcaram de se encontrar as nove, Gustavo não se atrasou o que foi um ponto positivo para ele, pois Bianca odiava esperar.Saíram para beber um choop, depois foram para uma boate nova que havia inaugurado à pouco na cidade. Dançaram , conversaram e sorriram a noite inteira, Bianca parecia está gostando do Gustavo, e o Gustavo começava a se sentir cada vez mais confiante.
O entrosamento dos dois parecia cada vez maior, descobriram pontos em comum e outros nada em comum.Gustavo reparava cada vez mais em Bianca ,reparava no como ela sorria,de como abaixava os olhos e ficava ruborizada quando ficava envergonhada, na forma como mexia no cabelo e até no jeito de ajeitar os brincos.Estava feliz por estar ali, e Bianca também parecia igualmente feliz.Aproveitaram cada minuto, e foram os últimos a saírem do local, já com o sol nascendo.
O sol rompe o dia e rompe também as ilusões que a noite criou. A luz do dia mostra oque a noite escondeu.Bianca tinha uma marido e Gustavo por sua vez nunca havia se envolvido com niguém durante anos porque nunca deixou de amar a Cris.
_Já é hora tenho de ir.(Diz Bianca)
_Eu não quero que vá.
_Não posso ficar.
_Não entendo porque.Nos divertimos tanto ,achei que tivesse gostado!
_ Eu gostei! Apenas não posso!
Gustavo abaixa a cabeça sem entender nada
_Escute Gustavo, não quero te magoar
_Porque me magoaria?
_Eu tenho um marido gustavo!
_Marido!?
_Sim! Marido!Eu briguei feio com ele durante a semana e só por isso aceitei teu convite.estava irritada.queria me divertir...
_Então é tudo que eu fui para voce, diversão?
_Era oque eu queria que fosse,mas... mas voce foi diferente doque eu esperava, e essa tá sendo uma noite difícil de terminar pois gostei de voce, mas não posso me envolver
_É uma pena que eu já tenha me envolvido!
_Não fale isso! sabemos que é impossível, ninguém se apaixona em apenas uma noite.
_Basta um segundo, um olhar para que as pessoas se apaixonem Bianca. Asvezes é só oque basta.
_Chega Gustavo! Tenho de ir!Esqueça essa noite!Foi só uma noite.(Bianca se afasta e vai embora, sem olhar para trás).
Gustavo iria embora, arrasado.Bianca sairia dali confusa.Será que realmente ainda amava o seu marido? Um nunca mais esqueceria o outro. Ambos , jamais entenderiam naquele momento oque só vieram a enteder como o passar dos anos.Alguns romances são como borboletas, só duram vinte e quatro horas.
"só oque é bom dura tempo o bastante para se tornar inesquecível."

3 comentários:

Flaviele disse...

Muito bom garoto! Me mantenha com bons textos p ler toda semana! hahahah

Nadine Granad disse...

Gostei da proposta do seu blog ;D
Bem vindo ao meu...
Abraços, Nadine Granad.

Edilaine disse...

Vc realmente escreve mto bem!!!
Parabéns rapazinho, vc vai longe!!!!