sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Devaneios

Escrevo sentado só  na mesa de um bar ,  escuto histórias,  barulhos, sons alheios, todos parecem felizes e despreocupados. Escrevo enquanto o álcool afagame o peito, Escrevo  é  tudo oque me resta palavras.

Cada dia mais me convenço mais de  que tudo oque sou são palavras, porque pensamentos e memórias irão  comigo quando me for, mas as palavras estas sempre ficaram  gravadas em algum lugar.
Penso em algo importante para dizer mas nesse instante nada vem. Não  existe nda tão  importante,  talvez aí esteja o segredo da vida, será? Será  que viver é  simplemente seguir um fluxo de acontecimentos sem se importar muito com eles? Não sei , mas hoje to dos ao meu redor parecem estar felizes, sem se importar muito com nada, como formigas em um formigueiro, que tudo desconhecem.

"Penso logo existo" será?  A maioria das pessoas  a minha volta parece existir sem pensar.Nesses dias a ignorância me parece uma bênção. Talvez nada saibam, ou talvez eu não saiba de nada.

Devaneio .

sábado, 29 de setembro de 2018

Retrato de Homem Só

_ Então,  senhor...?
_Podemos pular a parte das apresentações?
_Se for da sua vontade...
_ vou te contar  minha história.
_ por favor
_ Eu não sei te dizer ao certo quando começou,  tudo que sei é que a turvidez da lâmina daquela faca me atraiu naquele dia.
_continue
_ Eu nunca pensei em me matar, mas  naquele dia  eu pensei ou talvez naquela  semana e muitas outras vezes depois eu pensei ,  as vezes é  o primeiro pensamento que vem . E nada , nada mesmo ajuda. Eu busquei igrejas, fiz ioga, artes marciais,  meditação,  nada  diminui o buraco,  nada alivia a dor. Tudo oque eu queria era não sentir mais dor.
_prossiga
_ As vezes ela me dá  uma folga eu fico uns dois, três dias bem, mas aí  ela volta outra vez , e eu me frusto , me culpo, porter me permitido ter ou ver esperança , de que  ela fosse embora. Tristeza?  Eu queria ser triste. Essa dor cé  muito pior.
_Como é  essa dor?
_ Pegue a pior dor que já  sentiu doutora em multiplique pelo maior exponencial matemático que conhece e ainda assim não chegará  a  um milésimo da fração da dor que sinto.
_ Família?  Amigos?
_Ah!são todos muito solícitos no início  mas não  são  constantes,  todos se afastam,  todos no fundo acham ser frescura. Mas não é  eu só queria que parasse de doer . Eu queria me reencontrar, voltar a ser eu,  votar a sorrir ,  quero meu brilho de volta.
_E o que você  acha que  falta Sr...?
_ eu não sei! Quer saber meu nome?
_Sim, claro
_Meu nome é : Pedro, Joaquim, João, Iago,Enzo, Marina, Juluana,  Maria, Stefany, meu nome são todas as pessoas que senteme todas as dores do mundo todos os  dias Meu nome  é. .. Nosso tempo  acabou doutora até  uma próxima,  se houver.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

O Aprendiz de Samurai Magrelo- O Início

"Uma jornada de duzentos quilômetros começa com um simples passo." _ Provérbio Chines. E assim começa a história do nosso aprendiz, um pequeno passo ainda tímido após o outro.
Era uma noite agradável, quando nosso aprendiz de samurai magrelo chegou ao dojo do Sensei Guaxinim. Estava muito cansado pois havia percorrido uma longa distancia até ali, contudo, uma ansiedade demasiadamente  controlada  apesar dos anos de espera, não permitiria que o mesmo não quisesse outra coisa que não  fosse iniciar logo os treinamentos.
Para iniciar o árduo trabalho de treinar o frágil, porém decidido magrelo, o Sensei Guaxinim, designa para missão o aprendiz de samurai Narigudo. Nem bem iniciam-se os treinamentos e Narigudo logo percebe uma fragilidade preocupante em magrelo, o  temor da cambalhota mortal.Esta seria sua segunda missão, realizar a cambalhota sobre o terrível precipício do medo.Quanto a primeira missão? Essa seria a mais difícil de todas e talvez durasse por todo o treinamento, tratava-se  de limpar a mente e obter o auto controle. Era preciso que o aprendiz de samurai magrelo dominasse a arte de senhor do seu tempo, contudo havia algo mais a buscar dos ensinamentos e treinos , que era a de recuperar a sua chama vital, reacender o Qi,  que  já encontrava-se exaurido. Este era um objetivo demorado e ainda sigiloso.
A batalha pela realização da cambalhota mortal, não estava sendo fácil, porem só através dela seria possível alcançar o tao sereno céu azul. Para realizar tao cambalhota era necessário que magrelo compreende- se a naturalidade e simplicidade do gesto, tal qual, a beleza simples e natural do céu azul. Enquanto sentia dificuldades em compreender esse processo, a única coisa que podia fazer era treinar. O precipício do medo era muito extenso e, afinal, esse provavelmente seria o primeiro desafio a ser realizado sobre este precipício.Talvez a medida que o precipício do medo fosse sendo vencido, magrelo chegasse cada vez mais próximo do autocontrole, da superação e assim progredisse nos aprendizados para quem sabe um dia tornar- se um samurai. 
Outros aprendizes mais evoluídos também se uniram na causa de ajudar magrelo a alcançar seu objetivo, dentre eles, o aprendiz Gorila Branco. Gorila Branco causou um certo temor em magrelo no princípio, pois possuía um porte físico muito superior a ode magrelo, porém gorila com muita humildade mostrou a magrelo que nada havia  de temer e se tornou um grande aliado no domínio da cambalhota.
Chega então o dia do desafio e sem qualquer dificuldade a cambalhota mortal foi realizada (após muito treino) com sucesso. Havia finalmente, após superar parcialmente o precipício do medo conseguido alcançar o céu azul. Domina-lo exigiria muito mais treino, auto controle, confiança e maior domínio sobre o medo. A jornada estava apenas começando.
"Se o homem conhece-se a extensão do recurso que nele germinam, ficaria deslumbrado. Não mais temeria o futuro, tao pouco se julgaria fraco."(Leon Denis)- Pesou o Magrelo.


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Coisas Que Por Enquanto Eu Sei

Das coisas que por enquanto eu sei :
1- Mudanças acontecem querendo você ou não, portanto deixe de ser ranzinza e acostume-se a isso, vai ser mais fácil;
2- Só se sente saudades do que foi bom, então alegre-se por poder sentir saudades de algo;
3- Ninguém irá lhe conhecer , a única pessoa capaz de fazer isso é você mesmo , e essa é a maior e a mais valiosa forma de conhecimento.
4- Um bom banho de mar é uma das melhores sensações do mundo. Poucas coisas na vida se comparam a isso!;
5- Sentir medo do que é novo é absolutamente normal;
6- Vou morrer um dia e nada do que eu faça vai mudar isso ou me tornar imortal, crônicas, versos, músicas,se perdem e se esvaem com o tempo, lembranças morrem junto com as pessoas que as possuíam e um dia seu nome é finalmente esquecido, portanto, viva mais e preocupe-se menos;
7- Maus pensamentos, levam a más condutas;
8- Todos temos um lado obscuro que controlamos todos os  dias, alguns chamam isso de demônio, eu chamo de normalidade, pois todo o universo é composto de polaridades opostas que geram a vida;
9-Governos vão e vem  e não espere que isso mude algo em sua vida, a única que pessoa que pode mudar sua vida é você;
10- A vaidade é estagnadora e destrutiva, e fácil de se confundir com algo bom;
11- De vez em quando faça algo que queira sem se importar com mais nada, vão te chamar de louco, irresponsável, nessa hora mande um foda-se, e volte ao normal no dia seguinte, porque seguir regras é chato, porém necessário;
12- Quando tudo der errado, lembre-se : algumas coisas tem jeito, outras não. Caminhe, pois como dizia a canção "É caminhando/ Que se faz o caminho".
13- A maior verdade  da vida é : Não existe verdade! tudo é mutável até mesmo as coisas que eu sei.

domingo, 5 de janeiro de 2014

Música

Olhou-se no espelho reparou nos fios de cabelo brancos, na pele enrugada e nas mãos com os dedos tortos, tortos como sua vida, tortos como os caminhos da vida e das paixões. Estava reflexivo quando ou viu o bater de palmas no portão  de sua humilde residência, com um pequeno quintal mal cuidado, muro baixo e um já velho portão enferrujado.
  
_ Já fazem mais de quinze anos, desde a última vez  que um magrelo de cabelo ondulado e desgrenhado apareceu na minha porta.
_ E oque aconteceu a ele?
_ Ele se perdeu por aí .
_ Ou  talvez tenha seguido teus conselhos.
_ Oras, pare de histórias e diga logo a que veio.
_ Vim ver se ainda pode me ensinar.
_ Ensinar? Eu lhe ensinei tudo que sabia e oque você fez? Me diga, oque você fez? Você desistiu! Jogou fora todo talento  e pra que?
_Para ser alguém ! Você me disse isso Frankie! Me disse para estudar me formar e depois voltar e foi oque fiz. Você disse seu velho caduco maluco, disse que a música não me daria futuro e eu segui seu conselho.
_ Vá embora, daqui não existem teclas pretas e brancas para serem tocadas hoje. Apenas me diga valeu a pena? Se tornou alguém?
_ Só  um homem ranzinza, de saco cheio de trabalho e que não sonha mais.
_Então você não pode mais fazer isso Willie, pois quando um homem não sonha mais é porque está morto, morto na alma e  eu nunca vi mortos tocando
_ Talvez  você deva ser preso por homicídio frankie.
_ Ah!não coloque a culpa em mim! Você nunca ouviu ninguém , era jovem, cheio de vida, rebelde, e no entanto na decisão mais importante da sua vida, você de repente resolve me ouvir? Eu testei você, testei sua real vontade, sua real paixão e você falhou.
_ Me testou seu velho hipócrita! Eu tinha quinze anos e estava perdido, de um lado minha família me pressionando por uma profissão, do outro algo que eu realmente queria fazer pelo resto da minha! E você me testou? Sabia que eu não poderia fazer os dois, que teria que escolher , e que não tinha condições financeiras para me arriscar a escolher errado .
_ Me diga willie oque quer ? O que realmente quer?
_ Sonhar novamente, ir a lugares que nenhum ser humano normal, por mais dinheiro que tenha jamais irá poder conhecer, experimentar de novo o êxtase da criação, algo tão sublime e supremo  e que nada no universo chega perto.
_Sua alma não tá morta Willie, ainda não, bem lá no fundo ela ainda sobrevive, com os resquícios daquele menino rebelde de quinze anos. Me responda garoto, oque é música?
_ É uma reunião harmônica de sons onde o homem através dela se expressa.
_Não a resposta técnica, a real.
_ Música é o remédio sagrado de Deus para nossa alma, é a forma dele de nos mostrar que existe algo muito maior do que nós no universo, é o movimento do mar, o som do vento, a voz do amor, a maneira através do qual o mundo inteiro se alegra ao ouvi-la e senti-la  e onde alguns afortunados podem por suas notas e brindar o mundo com melodias incríveis.
_ É meu caro amigo, talvez ainda haja esperança pra nós dois. Venha  entre , acho que algumas teclas pretas e brancas vão ressoar de forma harmoniosa algumas melodias e talvez nos brindar com o milagre da criação.    

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Aposentadoria

Assisti a muitos ícones do esporte e de outros seguimentos de minha infância se aposentarem, alguns de forma trágica causando comoção mundial, outros porque havia chegado a hora, causando caos interno em suas vidas pessoais.
Ver o Oscar na televisão dando entrevista outro dia me fez lembrar o quanto foi doloroso para ele a aposentaria, bem como, para Romário, Guga, entre outros. Essas pessoas são ícones do esporte, contudo muitas pessoas comuns sofrem o mesmo dilema na hora de parar. Afinal Quem nunca ouviu alguém dizer que não sabia oque fazer quando parasse de trabalhar? Ou até mesmo parentes e amigos próximos dizendo: " Quando ele se aposentar morre." Para algumas pessoas o trabalho é mais do que  uma simples fonte de renda, é um estilo de vida.
Refletindo sobre essa temática da aposentaria pensei: Será que saberei a hora de parar? Será que profissionalmente sou melhor do que a 6 ou 7 anos atrás? A resposta é óbvia! Intelectualmente e institivamente e tecnicamente sim, contudo fisicamente não. O corpo tá mais cansado, menos disposto, e toda atividade física mais exacerbada, causam  dores corporais intensas, mesmo me recuperando rapidamente  delas.
Seriam estes os sinais de que talvez seja hora de mudar, para um setor ou área de atuação que exija menos da minha capacidade física (sou enfermeiro intensivista) ? Ou seriam a péssima ingesta nutricional e erros de postura de toda uma vida me causando danos a saúde? De qualquer forma o momento de parar irá chegar em algum momento, só espero saber reconhecer isto, antes de ser "gentilmente" convidado a aceitar um convite para um setor mais calmo.

domingo, 16 de junho de 2013

Entre as Falhas do sistema

Entre as  falhas do sistema, vivem pessoas normais como eu ou você e aqueles mais desprovidos que ninguém olha, lembra, ou se importa quando não estamos no natal, ou campanhas eleitorais. Mas qual a novidade disso? Nenhuma. Todos sabemos e nada fazemos. Porque? Por comodismo, preguiça, indiferença, e com isso o nosso Brasil varonil continua a ser o país do futuro.
Entre as falhas do sistema vivemos "inconformados conformados", todos queremos mudanças, mas nos  calamos  no primeiro fim de semana, e quando tomamos alguma atitude é de forma desordeira, vandalista e pouco eficaz, incapaz se quer de arranhar a superfície do sistema que é muito mais profundo do que a grande maioria imagina.
Os poucos que conseguiram gerar algum risco nessa imensa estrutura do sistema ou até mesmo criaram uma pequena rachadura, tiveram seus ideais silenciados pelo túmulo. Mas nada disso é novidade. Será que um dia escreverei aqui  alguma novidade? É preciso termos uma consciência menos omissa mais politizada não no sentido de cobrarmos favores eleitorais, cargos e até mesmo oque   nos é direito cobrar que são  as promessas feitas em campanha, mais sim no sentido de percebermos oque filósofos, pensadores e grandes Imperadores perceberam e temeram: o poder  do povo. O poder de uma massa organizada onisciente e onipresente, letrada, forte culturalmente e de conhecimento legislativo inquietante e inequívoco, e talvez assim algum dia possamos ferir o sistema onde realmente lhe cause algum dano, talvez assim algum dia eu tenha alguma novidade para contar.
Eu só sei teimar.